#GNDI3 Intermédica (GNDI3) anuncia R$ 1 bilhão em dividendos, mas pro... - GuiaInvest

Ibovespa

Desconectado
Crie sua conta
ou
faça o login
para criar sua lista de ações
TOP
Tio Patinhas
  • 20 de janeiro às 19:36
#GNDI3

Intermédica (GNDI3) anuncia R$ 1 bilhão em dividendos, mas proventos extraordinários estão condicionados à fusão com Hapvida (HAPV3)
O pagamento da bolada, que equivale a R$ 1,613026961 por ação da empresa, deverá ocorrer até o dia 29 de março deste ano

Seu Dinheiro
20 de janeiro de 2022 19:22 - atualizado às 19:23

hapvida e intermedica dividendos
Nasceu o primeiro filho do casamento entre NotreDame Intermédica (GNDI3) e Hapvida (HAPV3). E, para a alegria dos investidores, o fruto dessa união são dividendos extraordinários de R$ 1 bilhão anunciados nesta quinta-feira (20) pela Intermédica.

O pagamento da bolada, que equivale a R$ 1,613026961 por ação da empresa, deverá ocorrer até o dia 29 de março deste ano. Quem quiser colocar as mãos no dinheiro (ou melhor, o dinheiro na conta) precisa possuir os papéis da Intermédica em 11 de fevereiro.

O pagamento está condicionado à consumação da fusão entre as duas gigantes do setor de saúde brasileiro. Além disso, os dividendos serão descontado do valor a ser pago pelo resgate das ações preferenciais da Hapvida entregues aos acionistas da Intermédica no âmbito da união dos negócios.

Sinal verde
Vale relembrar que a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou no mês passado a combinação de negócios que deu origem aos dividendos. A fusão - que ocorrerá por meio da incorporação das ações da Intermédica pela Hapvida - criará uma gigante mundial e foi aceita sem restrições pelo órgão

Com isso, a Hapvida passará a deter a totalidade das ações da Intermédica, que se tornará sua subsidiária integral. Além da NotreDame Intermédica Saúde, o grupo NotreDame inclui ainda a Mediplan Assistencial, Climepe Total, Lifeday Planos de Saúde, São Lucas Saúde e Clinipam Clínica Paranaense de Assistência Médica.

Segundo as últimas informações divulgadas pela Hapvida, a fusão deverá ser concluída no início de fevereiro. O cronograma do processo ainda não foi divulgado, mas a operadora de saúde prometeu manter os acionistas informados sobre as datas.