#PETR3 #PETR4 #RRRP3 #PRIO3 #BRDT3PETROBRAS = RECOMENDAÇÕES:O Credit ... - GuiaInvest

Ibovespa

Desconectado
Crie sua conta
ou
faça o login
para criar sua lista de ações
TOP
Bob
  • 19 de janeiro às 13:01
#PETR3 #PETR4 #RRRP3 #PRIO3 #BRDT3

PETROBRAS = RECOMENDAÇÕES:


O Credit Suisse elevou o preço-alvo para o ADR da Petrobras PBR de US$ 15 para US$ 16, com recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado).

Prevendo alta do preço do petróleo Brent em 2021, o Credit Suisse elevou sua estimativa para o Ebita de empresas do setor em 20% em 2021 e 6% em 2022. A alta de preços é impulsionada pelo dólar fraco e pela recente decisão da Arábia Saudita de cortar sua produção voluntariamente entre fevereiro e março.

O banco pondera que, apesar de os preços mais altos serem, normalmente, bons para empresas do setor de petróleo, eles trazem preocupações para investidores da Petrobras sobre a possibilidade de interferência política nos preços da gasolina e do diesel. O Credit diz acreditar que os preços de importação da Petrobras estão 10% defasados. Mas afirma que espera que os preços atinjam os patamares internacionais. Além disso, com o desinvestimento em refinarias, esse tipo de risco deverá ser reduzido.

O banco diz avaliar que a Petrobras tem sido capaz de progredir no plano de desinvestimento, focando mais em operações de alta lucratividade, com investimentos menos intensos, e que a empresa está no caminho de reduzir a dívida bruta à marca de US$ 60 bilhões. Isso poderá impulsionar sua política de dividendos, potencialmente antes de 2022.

A Petrobras deve divulgar seus resultados do quarto trimestre de 2020 em 24 de fevereiro, após o fechamento do mercado. O banco diz que deve ter previsões mais claras já a partir de 2 de fevereiro, quando a empresa deve reportar sobre produção e vendas.

A Petrobras ainda informou que o conselho deliberativo da Petros e o conselho de administração da companhia aprovaram uma nova versão da documentação para abertura do Plano Petros 3 (PP-3), e do processo de migração, após a conclusão, pela Petros, dos ajustes solicitados pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC).

O PP-3 será uma opção previdenciária para migração voluntária dos participantes e assistidos dos planos Petros do Sistema Petrobras Repactuados e Não Repactuados.

O processo segue para aprovação da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais, e aprovação final pela PREVIC. Em nota, a Petrobras afirma que a expectativa de aprovação pelos órgãos fiscalizadores é até fevereiro de 2021, e que o início de operacionalização está previsto para o segundo trimestre de 2021.
Credit Suisse eleva preço-alvo de ADR da Petrobras com expectativa de alta do petróleo