#FESA4 1) o preço do ferro-cromo (principal produto da fesa) tá num n... - GuiaInvest

Ibovespa

Desconectado
Crie sua conta
ou
faça o login
para criar sua lista de ações
TOP
Fora Bozolino
  • 13 de janeiro de 2020 às 01:40
#FESA4

1) o preço do ferro-cromo (principal produto da fesa) tá num nível historicamente baixo, nos últimos dois anos (embora por alguma razão obscura, em dezembro a glencore negociou no mercado europeu a depreciação de 1% sobre esse preço). É possível que não suba, claro, o preço das commodities é sempre de difícil previsão.

2) Ferro-Cromo tem uma demanda de matriz energética para sua produção absolutamente alta. A fesa tem contrato com a chesf garantido até 2037, (o fornecimento contratado cairá a partir de 2030) de fornecimento tendo comprado há menos de 2 anos uma usina de produção eólica de energia como hedge (para a produção a partir de então).

3) No mesmíssimo raciocínio, a África do Sul produz mais de 50% do ferro cromo do mundo... acontece que o fornecimento de energia lá tá em crise. A eskom, (eletrobras de lá) anunciou 12 e 13% de reajuste para 2020-21 e dizendo ainda que o necessário seria 40%. Sendo energia fundamental pra produção do FeCr, ela deve cair, se o país produzir menos, aumentando a relação demanda/produção, portanto o preço no mercado. Embora a produção mundial atual esteja bem próxima do consumo, se houver uma queda de 10% na produção sul-africana, vai haver uma demanda 3% maior do que a produção o que deve diminuir imensamente os estoques e fazer a glencore subir o valor da liga na Europa, com o resto do mundo acompanhando.

4) A companhia JÁ OPERA com múltiplos muito atrativos, melhor que as demais siderúrgicas. Pagou 7% DY em 2019, 6,5% em 2018 e 6% em 17. Preço/Lucro de 7 vezes (muito atrativo!) e Preço sobre valor da ação 0,94, muito atrativíssimo!

Num sei se ela sobe um monte, no escuro chuto que: entre 50 e 100% pros próximos 3 anos se a bolsa não despencar por alguma questão externa... Fora os prováveis em torno de 20% de DY neste período...

Pra mim é uma das melhores opções (disparada, neste momento!) da bolsa.
 
Régis Soares Soares
Analise completa. Parabéns.
Flávio Oliveira PRO
Acrescentaria o fato relevante do indébito que ela tem em seu favor, decorrente da decisão vinculante do STF dos créditos de ICMS sobre as contribuições administradas pela RFB, o que resulta em algumas centenas de milhões de reais. Maiores detalhes se encontram no histórico de RI da empresa, sendo este meu relato mero resumo.
Em tempo: investidor recente na empresa, tendo entrado em 19,25.

Fora Bozolino
Flávio, também entrei recentemente. Tenho olhado pra ela, e parece que tá a um longo tempo com cotação estagnada...
Em algum momento acho que sobe.

Varino
Só tem profissional neste post. Acompanho a empresa há mais de 5 anos. Temos reservas de minério para exploração para mais de 50 anos. A empresa se prontificou a oferecer apoio a acionistas que desejarem visitar suas instalações na Bahia. Estou programando minha visita para os próximos meses. Quero ver de perto essa minha aposentadoria que vão garantir meus netos. Bons negócios a todos.
Flávio Oliveira PRO
Que bacana, será uma experiência interessante, se puder comente aqui no fórum do papel. No mais procurem pelas postagens do Abraão Guto, que demonstra conhecer um bocado de FESA4.
Varino
Ok Flávio. Tamujunto. Abracos