#VVAR3 #VVAR4 #VVAR11 #PCAR4 #PCAR3O Grupo Pão de Açúcar enviou um co... - GuiaInvest

Ibovespa

Desconectado
Crie sua conta
ou
faça o login
para criar sua lista de ações
TOP
Bob
  • 13 de dezembro de 2019 às 13:45
#VVAR3 #VVAR4 #VVAR11 #PCAR4 #PCAR3

O Grupo Pão de Açúcar enviou um comunicado à CVM, na noite de ontem (12), no qual esclareceu que, durante o período em que a CBD – Companhia Brasileira de Distribuição, controlava a Via Varejo, cujo sócio minoritário então era o empresário Michael Klein, jamais tomou conhecimento de nenhuma irregularidade contábil realizada na empresa. “O GPA e os membros de administração não tomaram conhecimento naqueles respectivos períodos de que poderia haver qualquer irregularidade financeira”, informou a diretora de relações com investidores do GPA, Isabela Cadenassi.

A Via Varejo publicou ontem fato relevante na CVM, no qual informou que investiga, desde 13 de novembro deste ano, denúncias anônimas de que teriam ocorrido fraudes contábeis na empresa no terceiro trimestre deste ano.

Segundo a Via Varejo, auditores independentes constataram que houve “indícios de fraude contábil caracterizada pela manipulação de provisão trabalhista pela Companhia, e pelo deferimento indevido na baixa de ativos e contabilização de passivos”. A administração da companhia afirmou que conhece os fatos da investigação e apura também o impacto nos resultados da companhia, que estima ser da ordem de R$ 1,05 bilhão a R$ 1,2 bilhão. Com isso, as ações VVAR3, que estavam em alta de 8,14% até o penúltimo sinal da bolsa, fecharam em queda de 3%.

Agora, a Via Varejo espera um impacto entre R$ 800 milhões e R$ 940 milhões nos seus resultados do quarto trimestre de 2019, destaca o Bradesco BBI.  “Haverá um impacto no fluxo de caixa que esperamos alcançar até R$ R$ 900 milhões durante os próximos três a quatro anos”, comenta a corretora BBI. Como fato positivo, a BBI destaca que a auditoria da Via Varejo detectou que a empresa deverá receber R$ 600 milhões relativos a créditos fiscais do PIS e da Cofins na base de cálculo do ICMS.