#MGLU3 #BTOW3 #CNTO3 #LAME4 #VVAR3Em dois dias de reuniões com invest... - GuiaInvest

Ibovespa

Desconectado
Crie sua conta
ou
faça o login
para criar sua lista de ações
TOP
Bob
  • 5 de novembro às 12:23
#MGLU3 #BTOW3 #CNTO3 #LAME4 #VVAR3

Em dois dias de reuniões com investidores, o chamado roadshow, a varejista mais queridinha do mercado, o Magazine Luiza, comandada por Frederico Trajano, já tinha demanda para cobrir a totalidade de sua oferta de ações (follow on) , que pode superar os R$ 5 bilhões. O volume ainda vai crescer, dado que o período de coleta de intenção de investimentos vai até o dia 12 de novembro. Essa demanda não contabiliza os investidores que têm direito de preferência, aqueles já acionistas da companhia. No entanto, no pregão de ontem, dia 04, chama atenção o volume de negociação das ações do Magalu na B3: ela foi a mais negociada durante parte do dia. Ela acabou acabou fechando o pregão atrás da Petrobrás, mas superou nomes como Vale e Itaú Unibanco.

Oferta e demanda. A explicação para essa procura, contudo, é técnica. Antes do anúncio da oferta, a varejista tinha um volume de ações alugadas na B3 de aproximadamente R$ 1 bilhão. Esse volume na sexta-feira tinha caído para cerca de R$ 260 milhões – e deve cair mais. Essa redução de posição vendida – que é aquela montada quando o investidor acredita na queda do papel, por exemplo – ocorre porque para a oferta com esforços restritos, como a da varejista – focada em investidores institucionais -, o investidor da companhia que tiver interesse em aumentar sua posição por meio da oferta e ter garantido seu direito de preferência na operação precisa ter a ação em custódia no dia 07 de novembro. Assim, os investidores que tinham suas ações alugadas “tomaram de volta” seus papéis, criando escassez no mercado de aluguel. Quem era o tomador da a��ão alugada (aquele que tomou emprestado o ativo) precisa, portanto, recomprar o papel no mercado, o que puxa o volume negociado.

Tech. O roadshow, no momento, está em terras gringas. Um dos objetivos seria atrair fundos dedicados ao setor de tecnologia. Uma das paradas do roadshow será São Francisco, nos Estados Unidos, coração da revolução tecnológica mundial.

Unidos. A oferta é coordenada pelos bancos Itaú BBA, BTG Pactual, Bank of America Merrill Lynch, Banco JPMorgan, BB Investimentos, Bradesco BBI, Banco Morgan Stanley e Santander Brasil. Procurado, o Magazine Luiza não comentou.
Em dois dias de reuniões com investidores, o chamado roadshow, a varejista mais queridinha do mercado, o Magazine Luiza, comandada por Frederico