Principais notícias corporativas (Pregão do dia 16/10/2019):-A Renova... - GuiaInvest

Ibovespa

Desconectado
Crie sua conta
ou
faça o login
para criar sua lista de ações
TOP
Carlos de Paula
  • 16 de outubro às 09:14
Principais notícias corporativas (Pregão do dia 16/10/2019):

-A Renova Energia (#RNEW11) entrou nesta quarta-feira com pedido de recuperação judicial, com compromissos de dívida acima de R$3,1 bilhões. A decisão vem um dia após a acionista Light alienar sua participação na empresa, de 17,17%, por R$1. Ontem, duas empresas do ramo de energia lideraram os piores resultados do pregão.

-A Equatorial Energia e a Energisa tiveram quedas bruscas após a Aneel recusar o pedido de reajuste das empresas nas tarifas para esse ano.

-A Eletrobrás ON (#ELET3) fechou em alta após a companhia convocar assembleia para aumento de capital; hoje, a gestão da estatal deve explicar o plano em teleconferência com investidores, às 14h30. A Eletrobras informou que o custo estimado do desligamento dos terceirizados da subsidiária Furnas Centrais Elétricas (Furnas), no âmbito do acordo firmado entre Furnas, Ministério Público do Trabalho (MPT) e Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), é de até R$ 437 milhões. Serão desligados 1.041 terceirizados, gerando uma economia de aproximadamente R$ 280 milhões/ano, o que representa um payback de 1,5 ano.

-Petrobras (PETR3;PETR4): A Petrobras informou que assinou cartas de intenção com a empresa japonesa Modec (Unidade de Marlim 1) e a empresa malasiana Yinson (Unidade de Marlim 2), para o afretamento de duas plataformas do tipo FPSO. As unidades serão utilizadas no projeto de desenvolvimento da produção da revitalização dos campos de Marlim e Voador – módulos 1 e 2, localizados na Bacia de Campos.

-MRV (#MRVE3): A MRV teve alta de 18,8% nas vendas líquidas do terceiro trimestre. A companhia teve vendas de R$ 1,395 bilhão de julho ao fim de setembro, enquanto os distratos recuaram para R$ 95 milhões, ante R$ 279 milhões no terceiro trimestre do ano passado. Na comparação com o período de abril a junho deste ano, os distratos caíram 22%.

-Yduqs (#YDUQ3): A Yduqs, ex-Estácio, prestou esclarecimento sobre notícia de que estaria em fase final de negociação para compra da dona da Ibmec. “Até o momento, nenhuma decisão foi tomada a respeito de uma possível transação”, disse a empresa. A companhia afirmou que um de seus pilares estratégicos é crescer via aquisições e, por isso, está em tratativas com diversos grupos educacionais, dentre eles o grupo Adtalem (dono do Ibmec), sobre seus ativos no Brasil.

-CCR (#CCRO3): A CCR anunciou o pagamento de R$ 940 milhões em dividendos. O valor corresponde a R$ 0,46534653466 por ação ordinária e o pagamento será feito a partir de 31 de outubro. Em nota, a empresa informou que terão direito ao provento os investidores com ações CCRO3 no dia 18 de outubro, ou seja, os papéis passam a operar “ex-dividendos” a partir de 21 de outubro.

Fonte: TC News e Infomoney

Bom dia e ótimos negócios a todos!

VQV
 
Space Ghost
Algum mico no radar, Carlos ?
GUSTAVO
RNEW11 vale a pena em recuperação ? talvez caia mais ....
Paulo Vitor Duarte Ferreira
Carlos sobre tcsa3 você viu ontem o movimento dela ?
Marcelo
telb3 dando nova entrada
Carlos de Paula
Estou de olho em #SLED4.
Papel pode deixar fundo no Diário hoje, após vários dias realuzando.
Devendo bom repique