#JHSF3 e hbor3 O" investidor" que vem aqui chamar o papel de lixo dev... - GuiaInvest

Ibovespa

Desconectado
  • 72.706
  • ▲0,38%
  • 1,04B
  • 11:49
  • Exibe o gráfico
Crie sua conta
ou
faça o login
para criar sua lista de ações
TOP
Vilobaldo pinheiro da Silva junior
  • 9 de outubro às 21:50
  • Público
#JHSF3 e hbor3 O" investidor" que vem aqui chamar o papel de lixo deve ser um cuzao. Isso mesmo cuzao. Porque no mínimo nao sabe que o varejo e setor imobiliario estao saindo da crise. E a perspectiva é para 2018 2019 e isso se a agenda de reformas for mantida se houver geração de emprego e retomada da confiança para a roda da economia girar. Por isso seus cuzao param de falar mal do papel e aproveitem a chance que ainda estão tendo...
 
FeFers
Hahahaha!!

Não é possivel isso...

O forum deveria ter bafômetro!!

Zica na Bolsa
Outra empresa especializada em pegar sardinha
Zóiudo
Viobaldo, concordo!
esses papeis pra 18 vão vingar!

FERNANDO Aa
dois micos...
Juvenal Peixoto
tenho a mesma opinião vilobaldo... faça o seu em acreditar na empresa quando ninguem acredita, é assim que alguns se tornaram grande na bolsa... não seguindo a multidao
ZecaPagodinho PRO
Pra quem acha que é mico:
Fica a dica....
Com mais de treze anos de atuação no segmento de shoppings centers, a JHSF Shoppings alcançou uma posição de destaque no mercado. No seu portfólio há quatro shoppings em operação - Shopping Cidade Jardim (São Paulo), Catarina Fashion Outlet (São Roque), Shopping Bela Vista (Salvador), e Shopping Ponta Negra (Manaus), e um em desenvolvimento: Cidade Jardim Shops, no bairro dos Jardins (São Paulo). Vários desses empreendimentos trouxeram inovações marcantes. O Shopping Cidade Jardim (São Paulo) foi o primeiro a introduzir iluminação natural, lojas de frente para jardins, ênfase em serviços e na alta gastronomia. Até hoje é o único do país a contar com as cinco marcas mais prestigiadas do mundo: Hermès, Chanel, Prada, Louis Vuitton e Gucci. O sucesso do modelo assegurou que em menos de cinco anos duas expansões já tenham sido concluídas.
O Shopping Bela Vista (Salvador), que abriu as portas em 2012, é o primeiro centro de compras do nordeste do Brasil a integrar um empreendimento imobiliário de uso misto de grande escala, o Horto Bela Vista, com 19 edifícios residenciais, escolas, clube, hotel e prédios comerciais.
O Shopping Metrô Tucuruvi, inaugurado em abril de 2013 e vendido em dezembro de 2016 foi mais um empreendimento da JHSF a impactar positivamente à região do entorno por sua integração ao terminal de ônibus e metrô. Tal expertise foi conquistada após o pioneirismo da empresa ao lançar o Shopping Metrô Santa Cruz, em 2001- o primeiro shopping integrado ao transporte público do país.
O ano de 2013 também foi marcado pelo lançamento do Shopping Ponta Negra (Manaus). O empreendimento trouxe, além de um mix completo de lojas e marcas inéditas para a cidade, um modelo de qualidade de vida que possibilita morar em um complexo com edifícios residenciais, flat e shopping center.
Com a aquisição da participação nos Hotéis Fasano, a JHSF foi a primeira empresa brasileira do setor a incorporar hotelaria às suas atividades. A iniciativa agregou valor a seus empreendimentos e os associou a uma marca reconhecida internacionalmente.
Os Hotéis Fasano estão constantemente ganhando prêmios nacionais e internacionais importantes, como Hotel de Luxo do Ano, Prêmio 4 Rodas, Leading Showcase, da Leading Hotels of the World, Hot List- Entre os 40 melhores do mundo/ #1 no Uruguai, da Conde Nast Traveler, Hot List, da Conde Nast Traveler, Traveller's Choice Awards/ #2 Trendiest Hotel in Brazil, da Trip Advisor.
São 15 restaurantes do Grupo Fasano controlados pela JHSF desde Junho de 2014. Trattoria, Parigi, Nonno Ruggero, Las Piedras, Gero Ipanema, Gero Caffe, Gero Brasília, Gero Barra, Gero São Paulo, Fasano Punta, Fasano Al Mare, Fasano São Paulo, Boa Vista, Baretto Londra e Baretto São Paulo.
Em 2012, iniciou-se a parceria de sucesso com a marca Valentino que abriu loja no Shopping Cidade Jardim.
A exemplo das grandes capitais do mundo, a Região metropolitana de São Paulo (RMSP) contará a partir de 2016 com seu primeiro aeroporto executivo internacional.
Portanto esse é o portfólio dessa empresa quer muitos acham que é lixo.
Pode até não ser bem administrada, mais tem caixa, tem liquidez e tem potencial para crescimento.
Pare de falar tanta besteiras...precisamos valorizar onde investimos, só assim teremos retorno a médio e longo prazo.